Como organizar seu Mini Wedding em Casa!

 O casamento em casa tem sido uma ótima opção para aqueles que desejam uma cerimônia mais íntima, contam com o espaço de alguma propriedade da família ou possuem um orçamento limitado. Mas o distanciamento social, decorrente da pandemia, trouxe aos noivos novos hábitos e a valorização do ambiente doméstico. Por esse motivo o artigo de hoje vem trazendo dicas para você organizar seu mini wedding em casa.

Antes de mais nada, é importante entender que ter um bom planejamento é essencial. São muitas as coisas a se pensar e fica fácil se perder no caminho. Para te ajudar nessa missão, você pode experimentar montar um planner para o casamento, assim tudo ficará anotado e será mais difícil esquecer desse ou daquele detalhe.

 

O Espaço

A primeira coisa na qual se pensar antes de organizar um casamento em casa é no espaço disponível. O mais recomendado é que sua casa tenha um jardim ou uma quintal relativamente amplos que proporcionem mais possibilidades e maior conforto aos seus convidados. Porém, nada o impede de realizar o evento na parte interna da residência, isto pode até mesmo tornar-se um plano B em casos de chuva, por exemplo.

É preciso lembrar que um casamento conta com diferentes cenários, como altar (caso a cerimônia seja realizada no mesmo local), pista de dança, bar, lounges e ainda com as áreas específicas para que os fornecedores possam executar suas funções. Você deve calcular todos esses espaços e pensá-los de modo que os presentes consigam circular confortavelmente pelo evento. Este cálculo poderá influenciar muitas escolhas, inclusive o número de convidados.

 

Trânsito local e vizinhança

A depender do tamanho do evento, a chegada de diferentes veículos na região pode gerar alguns transtornos no trânsito local. Para evitar esta situação, você pode contratar um serviço especializado para ajudar seus convidados a estacionarem seus veículos ou um meio de transporte coletivo, responsável por levá-los ao local da cerimônia.

Lembre-se de seus vizinhos! Seja atencioso e notifique os moradores da rua a respeito da ocasião. Procure não se exceder na duração do evento, até tarde da noite, nem se exaltar com o volume da música. Caso a residência faça parte de um condomínio, esteja a par das regras do lugar para evitar possíveis transtornos.

 

Cuidados com a Casa

Preocupe-se também com objetos frágeis ou de valor que normalmente ficam à mostra em sua casa. Tome o cuidado de guardá-los para evitar acidentes. Outra dica é trancar as portas de determinados ambientes, nos quais a presença dos convidados não é bem-vinda. Prefira utilizar áreas de uso comum.

Para evitar a danificação da mobília, você pode apostar no aluguel de móveis e dar um ar totalmente novo à residência para o dia D.

Não esqueça de pensar na limpeza durante e após o evento. Havendo acidentes ou não, ainda será preciso realizar a limpeza do local no pós festa.

 

Cardápio e Decoração

Não existem regras quanto a isso, mas um casamento intimista como um mini wedding combina bastante com um estilo mais casual, que pode se refletir tanto na decoração quanto no cardápio. Finger foods e ilhas gastronômicas são boas opções para esse tipo de casamento, mas também há espaço para outros tipos de buffet mais tradicionais, tudo vai depender do estilo do casal.

 

Outros Detalhes

Um casamento em casa é uma oportunidade para apostar em uma maior personalização de setores como papelaria, lembrancinhas e decoração. Como não será preciso reservar parte do orçamento para o aluguel da locação, aproveite a ocasião para investir nos detalhes.

Achou complicado? Considere contratar uma assessoria de eventos. Além de proporcionar aquela mãozinha na organização do grande dia, tratando-se de um home wedding, ela poderá também ajudar você a fazer uma avaliação adequada do local e oferecer um direcionamento quanto à infraestrutura necessária para a realização do evento. Em eventos maiores pode ser preciso contratar serviços extras como banheiros químicos, quando a casa não oferece banheiros o suficiente para o número de convidados, geradores, para evitar quedas de energia e sobrecarga do sistema elétrico, coberturas, para caso de chuva, entre outros aparatos.

 

Texto e Imagens: JW Fotografia.