COVID-19 e os Casamentos: O que fazer?

 

São tempos difíceis, não há como negar. Diante da pandemia de COVID-19, muitos setores têm sido obrigados a se adaptar às novas circunstâncias e com o setor de casamentos não é diferente.

Entendemos o quão triste é para um casal ter um sonho, que vinha sendo planejado com tanto zelo e afeto, adiado ou alterado. Mas nada de ficar para baixo! Nesse momento é importante manter-se de cabeça erguida e com os pensamentos no lugar. Quando tudo isso passar, o que mais iremos querer é estar junto de quem prezamos para celebrar o amor e a vida. Por esse motivo, separamos algumas dicas para ajudar vocês, noivos, a lidarem com tudo isso e seguirem com o planejamento do seu casamento.

Sabemos que um casamento não se trata de um mero evento, e sim de um sonho. Por isso, os profissionais do ramo em geral vêm orientando seus noivos a adiarem a data da cerimônia, mas jamais cancelá-la. Não sabemos o rumo que as coisas tomarão e nos deparamos com novos cenários a cada momento, mas não podemos tomar decisões precipitadas e nem desistir do amor.

Caso vocês não contem com o auxílio de uma assessoria de casamentos, manter o foco e a calma será ainda mais necessário. Procurem agir com cautela e informar-se em fontes oficiais, como os sites da OMS e do Ministério da Saúde, além de avaliar bem as circunstâncias antes de tomar qualquer decisão.

Também é importante atentar-se às informações compartilhadas pelos fornecedores que irão participar do seu casamento, seja por contato direto, via mensagem de texto, como alguns vêm fazendo ou através de suas publicações nas redes sociais.

Antes de iniciarem as negociações, lembrem-se de que a maior parte dos fornecedores são pequenos empreendedores, sem grande fluxo de caixa, e que também são vítimas do COVID-19, assim como vocês. Ajam com empatia e tenham em mente que nem todos estão tentando tirar proveito da situação.

É indicado também que os noivos estabeleçam prioridades e saibam do que estão dispostos a abrir mão. Ou seja, que saibam o que é de fato indispensável para si. O dia em que o casamento acontecerá? O local em que será realizada a cerimônia? Em função do adiamento, pode ser que nem tudo poderá seguir exatamente como havia sido planejado anteriormente, é preciso que estejam preparados.

Quanto antes os noivos puderem efetuar a negociação, melhor. Fazendo isso com antecedência, a possibilidade de manter todos os fornecedores originais aumenta.

Para quem pretende remarcar o casamento ainda para este segundo semestre, é interessante saber que os meses de setembro e outubro são naturalmente mais concorridos, por isso devem ser evitados. Optar por realizar o evento em um domingo ou feriado, também pode facilitar a conciliação.

Assim que tomarem a decisão de alterar a data da ocasião, comuniquem seus convidados tão rápido quanto possível. Vocês podem avisá-los por mensagens de texto ou ligações. Também é legal publicar um novo Save the Date nas redes sociais dos noivos ou no site do casamento, caso tenham um. Sejam sinceros e expliquem a situação, sem dúvidas de que serão apoiados por aqueles que os amam. Afinal, a pandemia não é culpa de vocês.

Caso a perda financeira seja grande, o Mini ou Micro Wedding são opções viáveis e super charmosas.

Para os casais que preferem manter a data do casamento, aí vão algumas dicas:

Talvez vocês devam optar por um estilo diferente de casamento, como um casamento civil com almoço ou um Elopement Wedding.

Pra quem não sabe, o Elopement Wedding é o casamento realizado na presença apenas do cerimonialista, noivo, noiva e alguns poucos familiares e/ou amigos.

Vocês podem contar ainda com o apoio de ferramentas de videoconferência, como Skype, Zoom, Messenger, Google Meet, Whatsapp, entre outras, para estarem perto daqueles que amam nesse momento tão especial.

É interessante saber também que alguns cartórios estão oferecendo serviço de casamento civil virtual, porém, por não se tratar de uma medida nacional, é importante se informar primeiro, para saber se o cartório em que pretendem se casar oferece essa possibilidade.

 

Texto e Imagens: JW Fotografia.