Lista de Convidados: Saiba quem convidar!

A lista de convidados é uma parte muito importante da organização de um casamento. É a partir dela que você poderá começar a definir muitos outros detalhes, como gastos com buffet e bebidas, quantidade de lembrancinhas e convites e escolha da locação adequada, por exemplo. O número de convidados está intimamente relacionado ao orçamento do seu casamento, por isso, recomenda-se efetuá-la o quanto antes.

Porém, sabemos que essa pode não ser uma tarefa tão simples. São inúmeros os fatores que podem acabar te influenciando a convidar essa ou aquela pessoa a mais. Pressão por parte de familiares, medo de parecer indelicado ou de criar desavenças desnecessárias… E no final das contas, a lista já está ultrapassando os limites do orçamento. É por esse motivo que o artigo da semana vem trazendo dicas preciosas para ajudar você a enxugar sua lista de convidados sem precisar se sentir culpado.

  1. Defina um número máximo de convidados

Como já foi dito acima, o número de convidados está diretamente relacionado aos custos do seu evento. Pensando nisso, comece reunindo as locações elegíveis para a realização do seu casamento e buscando por suas respectivas lotações e custos. Faça o mesmo para buffet, pacotes de bebida e todos os possíveis gastos por pessoa, assim você terá uma noção de quantos convidados caberão no seu bolso.

E seja firme! Se decidir por fazer uma festa para 200 pessoas, não adicione nenhum nome a mais na lista, pois uma exceção leva à outra.

  1. Agrupe os nomes

Faça uma lista com todos os possíveis convidados e forme grupos para melhor organizá-los. Como por exemplo: Familiares próximos, familiares distantes, amigos íntimos, colegas de trabalho, etc. Se possível, aliste por ordem de afinidade.

  1. Converse com os pais

O apoio financeiro dos pais em um casamento é praticamente uma tradição. Coisa que pode tornar ainda mais difícil a missão de enxugar a lista de convidados. Afinal, é comum que os pais dos noivos desejem incluir alguns parentes e amigos pouco ou nada próximos de seus filhos, mas que são importantes para si.

Independente da ajuda financeira, nesse momento é preciso pensar com carinho. A dica é estipular um número máximo de pessoas para serem convidados dos pais. Assim você se mantém dentro no planejamento sem magoar a ninguém.

  1. Aprenda a dizer não

Infelizmente, sempre há aqueles que se auto convidam ou aqueles que não pensam duas vezes antes de levar uma companhia. Pode ser difícil, mas é preciso saber dizer não se quiser manter seu planejamento.

Diga a essas pessoas que precisou optar uma cerimônia menor, com um número limitado de convidados e não se sinta culpado por não poder contar com a presença delas, afinal, seu casamento é um momento especial, no qual devem estar presentes somente as pessoas mais importantes da sua vida.

No momento de enviar os convites, deixe claro quem poderá comparecer, utilizando-se de frases como Pessoa X e família, Pessoa X e esposa ou até Pessoa X + 1, para aquele alguém que acaba de iniciar um relacionamento com uma pessoa a quem você não conhece bem, e cuja presença não é garantida. Você também pode usar desse artifício para que aquele amigo que não se encaixa em nenhum grupo não se sinta sozinho.

  1. Saiba quem você deve convidar

-Chefe e colegas de trabalho

Chame apenas aqueles com quem você tem afinidade. Não convide ninguém por mera obrigação.

-Pessoas do passado

Sempre há aquela pessoa que participou de uma etapa importante da sua vida, mas com a qual você não mantém mais um contato tão próximo. A dica para essa categoria é limitar a quantidade.

Se a pessoa se tratar de um ex-namorado(a), ex-mulher ou ex-marido, certifique-se de que todos os envolvidos mantêm uma boa relação entre si e de que a presença dessa pessoa não trará conflitos para a sua relação com seu parceiro atual.

-Parentes

Não se sinta mal por cortar da sua lista esse ou aquele parente com quem você nem mesmo mantém contato. Um critério para utilizar na hora de deixar alguém de fora é considerar o fato de vocês já terem visitado a casa um do outro ou não.

-Crianças

Se não houver crianças na sua família e nenhum amigo próximo ou padrinho tiver filhos, você pode pensar em excluir as crianças do seu casamento, indicando sua decisão nos convites.

Muitas vezes, um casamento pode não ser o ambiente mais adequado para uma criança, se considerarmos a gastronomia, o barulho, as escolhas musicais e, frequentemente, o horário. Além disso, uma ou duas crianças que possuam babás já contarão como um custo a mais para o seu orçamento.

  1. Crie duas listas

Considere a ideia de efetuar duas listas distintas. Uma para aqueles que não podem faltar no seu grande dia e outra para aqueles que não são tão próximos de você e de seu parceiro, bem como aqueles que estão para serem convidados por compromisso, escolhas impostas por seus pais ou até mesmo por um dos noivos, com a qual o outro não concorda tanto.

Os convites correspondentes à primeira lista devem ser enviados primeiro, com bastante antecedência. À medida que o RSVP (Répondez S’il Vous Plait) for sendo recebido, você poderá encaixar os convidados da segunda lista nas vagas disponíveis. Mas lembre-se: Não convide ninguém em cima da hora, pois a pessoa sentirá que foi chamada como segunda opção, o que pode deixar uma má impressão.

Esperamos que essas dicas possam ajudar você a cumprir mais uma das etapas da organização do seu grande dia!

Texto e Imagens: JW Fotografia.